[email protected]

XVIII

Joan Edessom Publicado em 19.12.2006

*

foi um berro no ar
seco no ar.
depois a manhã partiu
com seus cavalos e com
seus trens, arrastando vagões doloridos
 
a tristeza não veio logo depois
demorou quase um mês
quando chegou trouxe os seus exércitos de mortos
os encourados de lança em punho
os gibões bordados a medo
 
foi um berro que partiu o ar
uma dor tão funda
que nas suas trevas os dragões choraram
antes que partisse a manhã
puxada por seus cavalos
com as mãos carregadas da luz
gemendo dolorida
 
quase um mês depois ela se instalou
com seus exércitos trazidos dos escombros
com seus escuros
seus gibões bordados com os fios de ouro
do medo
a tristeza com seus exércitos
 
o depois foram
universos de esperas que se arrastam
com suas pesadas correntes nos calabouços
das memórias