[email protected]

Mulher

Luiz Carlos Orro Publicado em 08.03.2007

*

Você que já foi escrava
E mucama de feitor
Foi súdita de todos os reinados
E virou propriedade
Registrada por sobrenome
Cidadã pela metade.

E já viveu festas e guerras
Invernos e primaveras
E a tantos foi prometida
Em meses de maio sem fim...
Sepultando seus amores
Seus horrores e segredos
Escondendo seus desejos
Torturando-se em seus medos.

Você que enfrenta todas as barras
Seja fora ou entre os seus   
Musa, mãe, trabalhadora
Operária, camponesa
Estudante, professora.

Você que ama e sorri
Você que às vezes chora
Morde os lábios
Enxuga as lágrimas
E não desiste.

Você é maravilhosa
É sempre algo de novo
É a mulher militante
Mistura de luta e paixão
Com o homem, lado a lado
Em busca da emancipação.