[email protected]

Visita

Ferreira Gullar Publicado em 16.04.2008

*

no dia de
finados ele foi
ao cemitério
porque era o único
lugar do mundo onde
podia estar
perto do filho mas
diante daquele
bloco negro
de pedra
impenetrável
entendeu
que nunca mais
poderia alcançá-lo

Então
apanhou do chão um
pedaço amarrotado
de papel escreveu
eu te amo filho
pôs em cima do
mármore sob uma
flor
e saiu
soluçando

 

Ferreira Gullar
Muitas vozes: poemas
José Olympio Editora – 2ª edição, 1999