[email protected]

Dragão no ventre

Vasko Popa Publicado em 23.02.2011

Dragão de fogo no ventre
Dentro do dragão caverna rubra
Dentro da caverna cordeiro branco
Dentro do cordeiro céu antigo

Alimentamos o dragão com terra
Quisemos domá-lo
E roubar o céu antigo

Ficamos sem terra
Não sabíamos mais aonde ir
Montamos na cauda do dragão

O dragão fitou-nos furioso
Revimos assustados nossas faces
Nos olhos do dragão

O dragão fitou-nos furioso
Revimos assustados nossas faces
Nos olhos do dragão

Saltamos na goela do dragão
Agachamo-nos atrás de seus dentes
E esperamos que o fogo nos salvasse


Osso a Osso, tradução de Aleksandar Jovanovic – São Paulo: Editora Perspectiva, 1989, pág. 119.