[email protected]

O Silêncio Grita

Jussara Cony Publicado em 07.05.2012

O silêncio Grita

 

Uma porta bate,
Uma janela abre,
Uma luz apaga,
Uma brisa o rosto afaga.

 

Um silêncio espera,
Um andar estanca,
Um olhar se espanta...

 

Uma mulher sorri,
Um homem renasce!

 

As cores embalam o poeta,
As flores enfeitam a janela,
Aporta se escancara,
Acende-se a luz.

 

A brisa já é vento,
O vento, tempestade

 

O silêncio grita
E, a mulher, aflita
Procura o homem
Que voa, em busca do infinito.

 


Silenciando o grito
Da mulher. Que sorri...

 

Jussara Cony – Livro Aprendiz