Especiais - PRINCÍPIOS 159: Uma nova Princípios para um novo tempo

Quartim de Moraes: Nova Princípios aciona a dialética dos novos tempos

Cezar Xavier Publicado em 27.09.2020

Para o filósofo João Quartim de Moraes, a continuidade do legado de 40 anos da revista, com o aumento da presença intelectual marxista do novo projeto editorial, representam a “dialética em ação”.

A edição 159 da revista Princípios chega às mãos dos leitores com uma nova proposta editorial. Com quase quatro décadas de existência, a revista renova seu formato, perfil e conselho editorial para se inserir no debate nacional qualificada para os desafios da nova ordem política e econômica.

Foi com este tom que a nova edição foi lançada neste início de setembro (3), com apresentação dos envolvidos na empreitada, sob a mediação da socióloga Ana Prestes, também editora-executiva da revista. 

O filósofo e professor da Unicamp, João Quartim de Moraes, disse que o fato de que haja essa renovação do projeto editorial da revista, “cujo elemento de continuidade” já foi salientado, “é a dialética em ação”.

Ele saudou o novo núcleo que retoma esse projeto que já tem 40 anos. “Fábio Palácio e Júlio Vellozo são articuladores intelectuais já bastante conhecidos por sua intervenção teórica e ação política e a capacidade de levar adiante essa dialética”, destacou.

Para ele, a palavra que merece ser mais enfatizada neste momento de Princípios é “presença”. “A questão é de nossa presença como comunistas, marxistas e leninistas, para travar a luta e marcar forte presença na luta ideológica marxista, no ambiente cultural e no campo progressista brasileiro”, observou. De acordo com ele, essa qualidade da revista e essa quantidade, “que é o aumento da nossa presença”, são as duas perspectivas que pretendem levar adiante essa renovação.

Ele considera que o caráter teórico e científico da revista não necessita ser enfatizado. “Vamos procurar mobilizar as melhores inteligências e os melhores esforços teóricos, as pesquisas mais avançadas e canalizar para a revista o que melhor se faz no pensamento avançado brasileiro”, garantiu ele.

“Acredito que teremos êxito porque o principal fator é essa continuidade e impulso de tratar dos novos temas do Brasil e do marxismo, mas também da situação internacional”, acredita o filósofo. 

Na opinião de Quartim de Moraes, renovar o marxismo significa enfrentar seus temas, questões abertas que precisam de um desenvolvimento teórico maior. “Certamente, criaremos o espaço para discutir e faremos o possível pra interessar essa inteligência brasileira que estamos convocando para reforçar a revista”. 

Ele ainda ressaltou que na trajetória da revista acumulou-se um acervo, com uma reserva de números disponíveis para distribuição. Ele sugeriu que é preciso aproveitar esse relançamento para que todos que possam ajudar, procurem distribuir esse material precioso ainda disponível. 

Para acessar a versão online da revista, acesse o link aqui 

Para solicitar a versão impressa, acesse aqui 

Leia aqui o editorial da nova edição

Assista ao lançamento da revista abaixo: